Descubra como a Avant Fiscal gerou uma economia de 4 mil reais em uma farmácia

Você já imaginou pagar cerca de R$4 mil mensais a mais em impostos para farmácia indevidamente? Já pensou na multiplicação desse valor ao longo de um ano? Parece algo impossível de acontecer já que estamos falando de um valor muito significativo, não é mesmo? 

Descubra como a Avant Fiscal gerou uma economia de 4 mil reais em uma farmácia

Mas, saiba que isso aconteceu, de fato. Segundo o consultor fiscal e diretor da Avant Fiscal, Wagner Tavares, uma farmácia de Nova Friburgo no Rio de Janeiro, estava pagando R$ 4 mil a mais em impostos todos os meses. Dinheiro esse que poderia facilmente ser investido em outras ações efetivas para a farmácia, certo?

No entanto, a Avant Fiscal ajudou a farmácia a recuperar esse valor e também a fazer economia. Quer saber como? Continue lendo e entenda.

Por que as farmácias pagam impostos além do que deviam?

Isso é fácil de responder. Segundo o Wagner, esse problema está diretamente ligado à classificação fiscal incorreta dos produtos que entram na farmácia.

Quando o empresário de farmácia recebe seus produtos – vindos 99% das vezes de distribuidoras – ele recebe junto com as mercadorias uma nota fiscal. Nessa nota fiscal consta a NCM (Nomenclatura Comum do Mercosul) de cada produto ali contido. O problema é que muitas vezes – por negligência ou desconhecimento da classificação fiscal – o produto já vem com a NCM errada. 

O empresário, por sua vez, acaba dando entrada no item com a mesma NCM incorreta e passa a comercializar o produto dessa forma. No final das contas, na hora de fazer a tributação da farmácia, ele acaba muitas vezes pagando a mais ou a menos do que deveria. 

Além disso, as farmácias costumam pagar indevidamente duas vezes o ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços). Isso porque, segundo o Wagner, cerca de 80% a 90% das mercadorias que a farmácia vende já é por substituição tributária (pagamento de impostos na compra). 

Isso significa que quando ele comprou a mercadoria ele já pagou o ICMS, não devendo pagar novamente na venda. O que acontece é que nem todos os empresários sabem que na compra o produto é tributado normalmente, e por causa disso pagam duas vezes.

Mas, como a Avant Fiscal conseguiu resolver esse problema?

Para ajudar a farmácia de Nova Friburgo a economizar R$4 mil por mês e evitar o pagamento de imposto indevido para farmácia, a Avant Fiscal realizou uma consultoria fazendo a classificação NCM correta para todos os produtos que entravam na farmácia, além de ajustar e corrigir todo o cadastro de produtos que ele já tinha. Tudo isso para que, a partir de então, nenhum produto entrasse ou saísse da farmácia com a classificação NCM incorreta.

Wagner orienta ainda que a utilização de sistemas e softwares especializados em gestão de farmácia podem ajudar e muito a classificar corretamente a NCM dos produtos. Isso ajuda um determinado negócio a economizar de forma legal, ficando em dia com as suas obrigações fiscais de imposto para farmácia e evitando crimes contra a ordem tributária.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *