Descubra agora quais são todos os tipos de impostos existente para farmácias

O controle tributário de farmácias é fundamental para que essas consigam sobreviver em um mercado cada vez mais competitivo, evitando pagar valores excessivos.

Por isso, é importante conhecer cada um dos impostos existentes. Afinal, entendendo melhor sobre cada tipo de imposto, certamente a sua farmácia não irá realizar nenhum pagamento de imposto de forma indevida.

Quer entender mais sobre os tipos de impostos existentes para farmácias? Continue lendo!

Descubra agora quais são todos os tipos de impostos existente para farmácias

O que são os impostos?

O imposto é um tributo não vinculado, ou seja, o seu pagamento é destinado para diversas atividades do estado, como saúde, educação, saneamento básico, entre outras.

Não pode haver, desse modo, a vinculação do imposto arrecadado para alguma atividade específica do estado. Sendo que, os recursos provenientes do pagamento de impostos devem ser repassados para o bem comum.

Existem no Brasil três esferas de poderes: federal, estadual e municipal. Para cada uma dessas esferas são cobrados impostos diferentes. Vamos entender um pouquinho mais sobre cada um.

Impostos Federais

Os impostos federais são destinados para o governo federal. Ou seja, a arrecadação deles vai diretamente para o governo federal, dentre os impostos federais que uma farmácia paga está:

  • Imposto de Exportação (Caso venda medicamento para fora do país);
  • Imposto de Importação (Caso compre medicamento fora do país);
  • IPI – Imposto sobre Produto Industrializado (Caso industrialize medicamentos);
  • PIS – Programa de Integração Social;
  • Cofins – Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social;
  • CSLL – Contribuição Social sobre Lucro Líquido;
  • IRPJ – Imposto de Renda da Pessoa Jurídica;
  • INSS – Imposto Nacional da Seguridade Social.

Como podemos observar, a quantidade de impostos pagos é relativamente alta. Entretanto, se a sua farmácia está enquadrada no regime tributário Simples Nacional, todos esses impostos são juntados em um único imposto pago através da guia DAS (Documento de Arrecadação Simplificado).

Impostos Estaduais

Assim como existem os impostos federais também existem os impostos estaduais. E esses são destinados para o Governo do Estado que investe o recurso na melhoria da saúde, educação e infraestrutura do nosso estado. São eles:

  • ICMS – Imposto sobre Circulação de Mercadoria e Serviços;
  • IPVA – Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores.

Para o estado a farmácia paga apenas o ICMS, e caso possua moto ou carro para realizar a entrega de medicamentos também paga o IPVA.

Impostos Municipais

Os impostos municipais são bem menores que os demais impostos e, basicamente, existem dois impostos pagos no município, o ISSQN (Imposto Sobre Serviço de Qualquer Natureza) e o IPTU (Imposto Territorial e Predial Urbano).

Conhecer os impostos e seu destino é fundamental para evitar o pagamento indevido deles. Entretanto, por se tratar de um tema complexo contar com um bom sistema tributário pode ajudar a não pagar impostos indevidamente.

Dessa maneira, a Avant Fiscal traz uma excelente solução tributária para farmácias. Através de um sistema com baixo investimento, sua empresa não irá realizar mais pagamento de imposto de forma indevida. Vale a pena conferir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *