AS MUDANÇAS NO COMPORTAMENTO DO CONSUMIDOR PÓS PANDEMIA

A pandemia do coronavírus transformou o mundo que conhecíamos até então. As orientações de isolamento social impostas para conter o avanço da doença suspenderam ou modificaram as atividades de diversas empresas, seja na Indústria, no Comércio ou no setor de Serviços.

    Perguntas como: “Como vou me manter? Trabalhar? Me relacionar? Me proteger?” fizeram parte da agenda do dia para todas as famílias.

Nesse contexto, surgem novas necessidades e com elas uma transformação na forma de consumir produtos e serviços.

     O isolamento social e o fechamento das escolas mudaram a rotina doméstica de muitas famílias. O tempo passou a ter uma nova dimensão na vida das famílias e a busca por agilidade e facilidade se tornou o principal objetivo desses novos consumidores.

    A busca por produtos que ofereçam maior praticidade passou a fazer parte da lista de compras, além do fator melhor custo-benefício. Nessa disputa pela preferência do consumidor, ganha quem oferece economia, agilidade, segurança e qualidade ao cliente.

Transformação Digital do Consumidor

      A transformação digital, já em curso, foi acelerada e ganhou uma relevância ainda maior nesse cenário. Os aplicativos para smartphones, por exemplo, facilitaram a interação entre farmácia e consumidor, assim como as mensagens de WhatsApp agilizaram os pedidos de entrega.

    As mudanças na forma de consumo sacudiram as empresas, que aprenderam a reconhecer seu novo papel na sociedade e a se adaptar às novas exigências do mercado.

     As farmácias que venceram os desafios e atender as expectativas do novo consumidor durante a pandemia conseguiram responder a perguntas cruciais para manter o negócio:

“O que os meus consumidores estão precisando a partir de agora?”

“Como posso atender as necessidades dos meus clientes nesse novo contexto atual em que vivemos?”

“O que estou oferecendo está de acordo com o que o meu cliente precisa agora ou preciso mudar algo?”

Consumo = Relacionamento com o Cliente

    Se você ainda pensa que consumo é apenas o ato de comprar e usar algum produto ou serviço, é melhor rever os seus conceitos. Isso porque o consumo vai muito além do próprio ato da compra.

   Ele se estende ao relacionamento do cliente com a marca, qual é o valor que ele enxerga nessa marca e se o propósito da empresa está de acordo com o que ele considera ser importante.

Varejo farmacêutico para o consumidor: como se destacar na pós-pandemia?

Nesse sentido, é preciso lembrar que as empresas não têm apenas um papel econômico, mas também social. Diante disso, é bom tem em mente que o consumidor pós-pandemia estará ainda mais atento, engajado e consciente da importância das ações das empresas em relação às preocupações comuns da sociedade.

Com a pandemia, o cuidado com os protocolos de higiene, por exemplo, tanto durante o atendimento como no espaço físico da farmácia, se tornou requisito básico de segurança para o cliente e um fator de atração e de construção de laços de confiança junto a esse consumidor.

Varejo farmacêutico para o consumidor: como se destacar na pós-pandemia?

A farmácia é considerada um estabelecimento que oferece cuidados com a saúde. Porém, se você resumir seu papel como empresário apenas com base nessa diretriz, pode estar perdendo grandes oportunidades de se posicionar no mercado e fortalecer a sua marca.

O consumidor – antes, durante e no pós-pandemia – quer um produto de qualidade, um serviço ágil e ser atendido por profissionais capacitados. Todas essas características não são diferenciais. O que fará você se destacar é COMO você oferecerá tudo isso.

Oferte mais do que produtos, ofereça conveniência!

Quando falamos em ofertar conveniência, pense na facilidade que a sua loja proporciona para a vida do seu cliente. Não existe uma receita pronta, mas há caminhos que podem ser trilhados com muita atenção e que vão direcionar a sua tomada de decisão no dia a dia da farmácia.

A busca pela inovação continuada é fundamental agora e também num futuro cenário pós-pandemia. Isso porque as mudanças sempre ocorrerão no mercado em geral e não será diferente no varejo farmacêutico.

Mas, como inovar?

Busque incorporar aspectos novos ao que você já oferece ao cliente, crie um jeito novo de entregar o produto que você já vende, por exemplo.

Inovação é, antes de tudo, colocar o cliente no centro do seu negócio e apresentar as soluções que ele precisa utilizando as ferramentas que você tem disponíveis. Se você mudar a lente e olhar o seu negócio com os olhos do seu cliente, poderá ter insights muito significativos e que poderão elevar o valor da sua marca para esse novo consumidor pós-pandemia.

Numa atitude contínua de inovação, resiliência e foco, as lições da pandemia vão incorporar ao seu negócio as condições necessárias para a evolução e o crescimento.

TENDÊNCIAS DE CONSUMO

Uma coisa é certa: as empresas precisam estar prontas para digitalizar e conseguir atender às novas necessidades dos consumidores no “novo normal”.  Confira algumas mudanças previstas para o pós-pandemia:

1 – O digital estará em todas as dimensões das nossas vidas
A aceleração do marketing digital será obrigatória para atender a esse novo consumidor. Aprimorar a experiência do usuário, captar mais dados para melhor entender o consumidor e aproveitar novas oportunidades de negócios será mandatório. As lojas físicas terão de ser repensadas.

2 – Eu preciso mesmo consumir isso?
A tendência é o consumidor se perguntar várias vezes se precisa mesmo daquele produto. Mesmo quando precisar, não se incomodará de adquirir de segunda mão.

3 – Novas marcas. Com maior fidelidade
Os brasileiros têm experimentado o novo nas compras durante a pandemia: 25% estão frequentando novas lojas (mesmo que virtualmente); de 30 a 40%, comprando novas marcas.

4 – Consumir presencialmente deve ser algo seguro
O layout das lojas terá de ser repensado para transmitir a sensação de maior segurança. Máscaras serão parte do novo normal e algumas categorias serão afetadas, como maquiagem.

5 – Saúde (e qualidade de vida) é o que interessa
Será necessário expandir o portfólio de produtos e ofertas para atender a essa nova aspiração por saúde e qualidade de vida.

Essas tendências serão algumas que irão fazer parte do novo hábito de consumo.

Deixe seu comentário no post e compartilhe com seus amigos.

NOVIDADE! Saiu mais um vídeo no canal da Educa Farma. Confira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *